20 de outubro de 2012

Sangue Fresco (Saga Sangue Fresco #1)



Autor: Charlaine Harris
Género:
Fantasia Urbana

Idioma: Português
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 272
Preço: € 16
ISBN:  978-9-89-637118-0
Título original: Dead until dark

Avaliação: **** (bom)


Finalmente comecei a ler a saga Sangue Fresco, uma leitura tantas vezes adiada. Depois de ver as duas primeiras temporadas da série e ter gostado, sabia que tinha de ler os livros mas havia sempre um que lhe passava à frente. Até que recentemente me decidi a pegar nas aventuras de Sookie Stackhouse (já não era sem tempo, chiça!) e tenho gostado bastante.

Sookie é uma loura despachada de 25 anos e a nossa narradora de serviço. Admite a sua "deficiência/dom" logo no início do livro: o facto de conseguir ler os pensamentos alheios faz com que preste pouca atenção ao que a rodeia, o que a faz passar por tontinha. Cedo percebemos que não é assim, pois de parva tem pouco. Consciente de que é uma pessoa ingénua e pouco viajada, não deixa de fazer observações muito pertinentes e é ladina, o que me diverte bastante.

O tom fresco e jovem da narrativa condiz com a idade de Sookie, que sonha apaixonar-se e quer viver a vida, não se coíbe de debitar opiniões e tem algo a dizer sobre tudo o que se cruza no seu caminho (e se há muita coisa a acontecer: assassinatos, vampiros, metamorfos, telepatia, é só escolher!). Conheço fãs masculinos dos livros mas a grande maioria são mulheres, que se identificam com a forma directa de ser de Sookie e vibram com as suas peripécias.

«Desde que os vampiros tinham saído do caixão dois anos antes (como se costumava dizer com escárnio), esperara que um deles visitasse Bon Temps. Tínhamos todas as outras minorias na nossa pequena cidade. Porque não a mais recente? Porque não os não‑mortos legalmente reconhecidos? Mas o Norte rural do Louisiana parecia não ser muito apelativo para os vampiros. (...) Mas eu continuava à espera (...)

A vida de Sookie muda quando o seu desejo se realiza e um vampiro entra no bar onde trabalha. Isto marca o início das aventuras e desventuras da nossa heroína. Sookie vive no Louisiana dos dias de hoje, num mundo que está a refazer-se de um choque recente: os vampiros existem, assumiram a sua existência e querem viver socialmente entre os humanos. Isso dá origem a situações caricatas e dramáticas, que inevitavelmente envolvem Sookie e a pequena cidade de Bon Temps.

Apesar de ter visto a série primeiro, não achei que estragasse a leitura dos livros: a série não segue fielmente o original, omitindo personagens e alterando situações e a acção principal. Claro que depois de ver a série é difícil dar outra face e corpo às personagens que vemos na série (até porque os actores foram bastante bem escolhidos). Gosto principalmente da dinâmica do livro e da perspicácia e humor de Sookie, que parece entender bastante bem a natureza humana e é mordaz na leitura de várias situações.


Sangue Fresco é uma leitura verdadeiramente viciante e saber que há mais de uma dezena de livros à espera (a saga deverá acabar com o livro n.º 13, diz a autora, Charlaine Harris) é aliciante.

A editora tem disponível um largo excerto da obra no site (67 páginas), que recomendo a quem ficou curioso em ler as aventuras de Sookie
.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...