30 de dezembro de 2013

... adeusinho, ó 2013!


Olá, leitores do bué de livros!

Esperam que tenham tido o melhor Natal possível, com presentes q.b. (uns quantos livros, espero) e muita saúde e alegria. Por aqui, o Natal foi bom e tive alguns livros no sapatinho.

2013 foi um ano fértil em leituras, com uma média de 2 a 3 livros por mês, uma melhoria face a 2012. Isto não reflecte os livros técnicos (ossos do ofício e uma curiosidade natural por vários assuntos) que também li, principalmente no ipad.

Assim sendo, e à semelhança do que fiz há um ano atrás, decidi eleger o melhor das minhas leituras, mas desta vez decidi deixar de lado as piores, pois ando a sentir-me bué de democrática e cada gosto (ai tão plural que é) é de cada um.

O importante é ler (principalmente depois desta notícia, que coloca os Portugueses com os níveis mais baixos de leitura e consumo cultural em toda a Europa), o que ainda me espanta, pois recorro à biblioteca municipal e às promoções para alimentar o "bichinho" da leitura, já para não falar que tenho a sorte de ler em inglês e leio muito (e em conta) no meu kindle. Mas adoro ler e, como é uma prioridade, arranjo forma de a satisfazer. Mais uma vez, tolerância.

Mas adiante com o top...

Do melhor que li em 2013, recomendo sem reservas os seguintes títulos, curiosamente todos de senhoras escritoras (clicando em cada imagem acedem à minha opinião sobre o livro):

Lugares escuros
Em parte incerta
O aloendro branco
Sangue felino

Este ano, acabei de ler a saga Sangue Fresco e aconselho; apesar dos primeiros livros serem muito mais excitantes que os últimos, a Sookie tornou-se uma personagem viciante, cujas aventuras urgia seguir. No global, os 13 livros são uma delícia.

Foi ainda um prazer descobrir autores como Ondjaki e Kafka, que continuarei a seguir.

E é tudo.

 Um excelente 2014 a todos e boas leituras!

4 comentários:

Fiacha disse...

Olá,

Por este lado não recebi nenhum livro no Natal, mas na verdade não me posso queixar, afinal recebo o ano inteiro e principalmente porque me correu bem (ainda vi o Pai natal, logo não podia querer melhor ehehe)

Quanto às tuas escolhas como melhores livros, não conheço nenhum, fiquei curioso e gosto da capa do livro da Harris :D

Dificil escolher o melhor livro, não sei se a Jacqueline Carey, a Robin Hobb, o Cornwell, mas pronto vou escolher mesmo o Terror de Dan Simmons :)

Desejo-te igualmente um bom 2014, que seja pelo menos um ano que venho aqui com mais frequência :)

Bjs

nuno chaves disse...

Olá Barroca, estive a ver o teu "Top" de leituras, relativas a 2013, confesso, que estou cada vez mais curioso em Relação a Gillian Flyn, tenho passado por diversos blogues e tudo o que tenho lido é bastante encorajador, para partir à descoberta desta autora. Alguma sugestão por onde começar?
Quanto à saga Sangue Fresco, confesso que sou fã da série,(cada vez menos) mas em relação aos livros, não me seduziram por aí além... Uma sookie demasiado fútil e uma narrativa a roçar a pressão de um saca-rolhas. Talvez um dia mais tarde, lhes dê uma nova oportunidade (quem sabe)
Aproveito para desejar um grande 2014, cheio de bons livros para ler. Voltarei Gostei "Bué" do estaminé (não conhecia) mas vou virar freguês.
N.

barroca disse...

Olá, Fiacha!

Consigo perceber o teu gosto pela capa do livro da Harris ;)

Acho que és capaz de apreciar a saga Sangue Fresco, embora apele mais ao mulherio, do que tenho percebido. É uma questão de leres o primeiro e veres se flui...

Comecei a ler a J. Carey anteontem (estou a ler em inglês) e estou a gostar, embora no primeiro dia tenha ficado baralhada com tanta palavra nova, mas é natural (languissement, os nomes das Casas). Aconteceu-me o mesmo com os da Anne Bishop, depois entranha-se. Do Simmons, só li a Canção de Kali e não me impressionou, por isso não voltei ao autor, embora um amigo me tenha oferecido o Hyperion há uns anitos. Mas devia insistir, suponho. ;D

Até 2014 e aparece, faço todo o gosto nisso! beijoca :)

barroca disse...

Olá, Nuno!

Eu começaria pelo "Objectos Cortantes", seguia para o "Parte Incerta" e arrematava com o "Lugares Escuros". Eu li-os assim e foi sempre a subir em qualidade. Tive sorte! ;)

Quanto à saga Sangue Fresco, também sigo a série, mas aquilo está a ficar uma salgalhada, de modo que a próxima season será a última, e ainda bem. A partir da 4.ª, vieram por ali abaixo e não vale a pena desvirtuar ainda mais o que existe, que já começa a cheirar mal...

Quanto aos livros, a Saída de E. faz umas promoções engraçadas, mas és capaz de arranjar quem te empreste o primeiro livro e logo vês se pega, como disse ao Fiacha mais acima.

Até para o ano e fica à vontade para voltar. ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...