3 de fevereiro de 2020

O adeus a Mary Higgins Clark aos 92 anos







No passado dia 31 de Janeiro, morreu a escritora americana Mary Higgins Clark, apelidada de "Rainha do Suspense".

Foto: bestimage

Todos os 51 títulos que escreveu foram best-sellers e venderam mais de 100 milhões de cópias só nos Estados Unidos; o seu livro de estreia, publicado na década de 70, vai presentemente na sua 75.ª edição. Apesar disso, e à semelhança de vários autores famosos, viu o seu trabalho rejeitado várias vezes (quarenta, de acordo com a Wikipédia) antes de alguém aceitar - finalmente! - publicá-la.


Quase todos os livros que li de Mary Higgins Clark requisitei-os da biblioteca municipal da cidade onde cresci, nos anos 90. Dos títulos publicados a partir do ano 2000, li dois apenas. A autora era conhecida por publicar um livro por ano.

Vários livros foram adaptados a telefilme nos anos 80 e 90 (não envelheceram bem), e à medida que o género ganhou outro fôlego e contornos com nomes como Stieg Larsson, Nicci French, Patricia Cornwell, Jo Nesbo e Gillian Flynn, tornou-se mais sofisticado. Mas, a título pessoal, Higgins Clark continua uma referência como uma das primeiras autoras policiais que li, a par com a incomparável Agatha Christie.

 Fonte:
Wikipedia e New York Times.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...