25 de maio de 2015

Quando tudo se desmorona


Autor:
Chinua Achebe
Género:
Romance
Idioma: Português

Páginas: 184
Editora:
Mercado de Letras

Ano:
2008

ISBN:
978-972-883421
Tradução: Eugénia Antunes; Paulo Rêgo
Título original: Things fall apart 
---

Cheguei a este autor através de uma referênca de Chimamanda Ngozi Adichie no final de um romance, onde aponta Chinua Achebe como uma das suas principais influências.

Quando comecei a pesquisar o autor, percebi que desconhecia um nome que há muito fazia parte do panteão literário de grandes nomes, muito por culpa de Quando tudo se desmorona.

A história é centrada em Okonkwo, um orgulhoso membro da tribo Ibo, cujo maior medo é parecer fraco ou pouco masculino. Um grande guerreiro desde cedo, Okonkwo tenta fugir à herança paterna - um pai devoto à música e ao ócio -, dedicando-se com grande afinco ao trabalho e a subir na hierarquia da comunidade.

A chegada dos colonos britânicos vai abalar a vida da tribo e forçar uma transformação que alguns já almejavam, pois o cristianismo é uma religião mais tolerante que os deuses que regem a vida dos Ibo até então (como não obrigar ao extermínio de crianças e inválidos). Além disso, os missionários insistem na literacia dos nativos, o que coloca privilegiados e desafortunados no mesmo ponto de partida.

As duas facções acabam por entrar em conflito e Okonkwo luta afincadamente pelo seu modo de vida e tradições, tentando preservar o que conhece, o que é desafiante visto que alguns dos seus próximos desejam a mudança que vem com o homem branco e também estão dispostos a sacrificar o que for preciso para o fazer.

Quando tudo se desmorona é um livro aparentemente simples. Não é. Tem uma força discreta que se insinua de mansinho e que é apaixonante. Os pormenores do quotidiano tribal, as cores, os cheiros, os diálogos, as superstições nigerianas trazem uma frescura bem-vinda, quebrando o estereótipo tantos anos perpetrado de que a raça africana não tem eloquência.  

O livro acaba algo abruptamente mas desculpo porque descobri que Chinua Achebe escreveu originalmente uma história maior, que foi depois dividida em 3 volumes, sendo este o primeiro. 

*****
(muito bom)

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...