31 de agosto de 2011

O jardim de cimento



Autor: Ian McEwan
Género:
Literatura

Idioma: Português
Editora: Gradiva

Páginas: 160
Preço: € 11
ISBN:  978-9-72-6620624-4
Título original: The cement garden

Avaliação:
****
(bom)


Tomei conhecimento deste livro através de uma lista de leituras recomendadas de Stephen King, no seu Escrever - memórias de um ofício. Já tinha ouvido falar deste autor (tem alguns livros adaptados ao cinema, como Expiação) mas ainda não tinha lido nada dele.

Este livro conta-nos a história de quatro menores deixados à sua mercê. Julie, Jack, Sue e Tom vivem num bairro degradado num subúrbio britânico, onde a única casa habitada é a sua, tendo as restantes sido demolidas ou abandonadas.

Num curto espaço de tempo perdem os pais. A mãe, antes de morrer, diz aos filhos mais velhos, Julie e Jack, que lhes deixará dinheiro suficiente para manter a casa e lhes assegurar o sustento. Receosos de serem separados e enviados para orfanatos, os adolescentes decidem esconder a morte da mãe e fecham o corpo num baú coberto de cimento, assumindo a gestão da família.

Com o passar do tempo, sem pais e sem supervisão adulta, as regras e a disciplina desaparecem. Cada um faz o que quer, muitas vezes indiferente ao conforto e bem-estar dos outros. Sue refugia-se nos livros, Tom age como um bebé caprichoso, Jack afunda-se num drama existencial e Julie tenta crescer demasiado depressa, encetando um namoro com um rapaz alguns anos mais velho. É neste redemoinho de emoções, de desejos calados e angústias abafadas em que o leitor se vê envolvido.

É um livro interessante que se lê em poucos dias. São 160 páginas que folheamos com facilidade, apesar de o conteúdo ser de lenta digestão.

Este livro foi também adaptado ao cinema em 1993, com críticas favoráveis. 

4 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Aconselhas então que se leia enquanto se chupa uma pastilha de Rennie?

Barroca disse...

Boa ideia! ^^

Vespinha disse...

McEwan é um dos melhores escritores americanos da atualidade... Não percas os outro livros dele, é que são TODOS bons!

Barroca disse...

não duvido! vi os filmes baseados nos livros dele (expiação e comfort of strangers) e comprei os livros assim que pude. mas ainda só li este.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...