17 de maio de 2020

North Korea Confidential


Autores: Daniel Tudor; James Pearson
Género: Política, Actualidade
Idioma: Inglês
Duração: 4h e 45min
Editora: Brilliance Audio
Ano: 2018
---
Escrito por dois jornalistas ocidentais, North Korea Confidential revela parte do quotidiano dos habitantes da República Popular Democrática da Coreia, vulgo Coreia do Norte.

Geograficamente, o país é limitado a norte pela China e pela Rússia; a sul pela Coreia do Sul, através da Zona Desmilitarizada Coreana (ZDC). O Norte afirma ser o governo legítimo de toda a península coreana; o Sul reivindica o mesmo.

O livro está dividido em sete capítulos, com diversos relatos, a maioria da informação fornecida por diplomatas estrangeiros e desertores norte-coreanos: o funcionamento dos mercados e o recurso ao contrabando, o preço das coisas (um cigarro custa menos de 5 cêntimos; uns ténis de marca cerca de 10 dólares), como os coreanos se vestem e como isso reflecte a sua posição na sociedade, como passam os tempos livres, a relação com a tecnologia, o sistema judiciário (a pena capital e os trabalhos forçados são amplamente utilizados), quem realmente detém as rédeas do poder (não a família Kim mas o departamento de "Organization and Guidance" do Comité).

Sem surpresa, o governo norte-coreano exerce controlo sobre muitos aspectos da cultura do país e esse controle é usado para perpetuar um culto de personalidade em torno do governante da família Kim que encabece o governo.
 
A lei prevê a liberdade de expressão e de imprensa, mas a prática do exercício desses direitos é proibida. Apenas as notícias que favoreçam o regime são permitidas, deixando de fora as que criticam o regime ou os problemas reais do país; não há jornais privados.

Nos parágrafos finais, os autores especulam sobre o colapso do regime. É verdade que a porta da mudança social da Coreia do Norte se abriu aquando da grande fome dos anos 90, na qual centenas de milhares de pessoas morreram - um dos raros relatos na primeira pessoa está publicado no livro A river in darkness: one man's escape from North Korea, que li em 2018 e sobre o qual fiz um apontamento aqui no blog - mas é um processo que demorará o seu tempo.
 
Durante esse período de grande fome, o Estado terá falido e foi incapaz de fornecer comida às massas, levando à criação de um extenso e elaborado mercado negro e do suborno generalizado. Os norte-coreanos descobriram outras formas de sobrevivência, através do qual as pessoas se sustentam vendendo mercadorias, muitas vezes contrabandeadas da China e da Coreia do Sul - unidades externas de armazenamento como USBs e telemóveis na grande maioria -, permitindo aos cidadãos acesso aos filmes, séries, livros e música do resto do mundo. Criou-se um impulso impossível de desfazer e de conter. Porém, com a conjuntura e politicas actuais globais, é de esperar uma evolução da sociedade, não uma mudança de regime.

North Korea Confidential lança alguma luz sobre um dos países mais isolados do mundo; o livro, apesar de breve, está repleto de informação prática
e é extremamente interessante.

****
(bom)

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...