9 de abril de 2021

Os rapazes de Nickel


  Autor: Colson Whitehead
Género:
Literatura
Idioma: Português

Páginas: 248

Editora: Alfaguara Portugal
(e-book)
Ano: 2020

---

Colson Whitehead arrecadou vários prémios literários em 2020 com Os rapazes de Nickel, entre os quais o Pulitzer; este é o seu nono livro - o primeiro que leio dele.

E que estreia! 

Numa história densa, que prende desde as primeiras páginas, Whitehead mostra-nos o mundo pelos olhos de Elwood Curtis, um jovem negro na década de 60, durante o período das leis de Jim Crow, que acredita que se seguir as regras, trabalhar arduamente  e não se meter em problemas, poderá ter sucesso na vida. Infelizmente, uma situação leva ao seu internamento num reformatório para rapazes conhecido como a Academia Nickel.

Em Nickel, só sobrevivem os muito sortudos. Espancamentos, trabalhos forçados, abusos de todo o tipo, fraudes e desvios de mantimentos estão na ordem do dia. Elwood, um sonhador, não demora a acordar para a realidade. Vale-lhe a amizade com Turner, um rapaz espevitado e céptico que torce o nariz às citações do amigo, enamorado pelas ideias e palavras de Martin Luther King.

A dignidade dos dois amigos é constantemente afrontada com o quotidiano em Nickel; Elwood esforça-se por continuar a crer na justiça universal à medida que Turner se torna mais pragmático. Apesar das diferenças, a sua amizade é sólida e apoiam-se um ao outro o melhor que podem.
«Boys arrived banged up in different ways before they got to Nickel and picked up more dents and damage during their term. (...) Nickel boys were fucked before, during, and after their time at the school, if one were to characterize the general trajectory.»
Colson Whitehead nunca é gráfico mas é inequívoco na descrição dos castigos corporais, abusos sexuais e exploração laboral que os rapazes do reformatório sofrem à mão dos "educadores" e "colaboradores" da instituição.

O autor ter-se-á baseado na Escola para Rapazes de Dozier onde, após o encerramento nos anos 2000, foi descoberto um cemitério com vários cadáveres de adolescentes que terão morrido vítimas de maus-tratos. 

Este tipo de histórias mexe com as nossas emoções e faz-nos questionar muita coisa, e é assim que deve ser - um check constante às normas e aos valores sociais, de justiça e do indivíduo.

Um excelente romance, poderoso, que precisa de ser lido, discutido e servir como lição. A reviravolta final é bastante emotiva (tenham um lenço à mão).

*****
(muito bom)

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...