7 de março de 2021

Total Recall - my unbelievably true life story


Autor: Arnold Schwarzenegger
Género: Autobiografia

Idioma: Inglês

Duração: 23h e 21m

Editora: Simon & Schuster Audio

Ano: 2012
 

---

Arnold Schwarzenegger nasceu numa pequena cidade austríaca em 1947, sem nada que o distinguisse à primeira vista. 
 
Mais de 50 anos depois, o seu palmarés inclui a conquista de 7 títulos como Mister Olympia, tornando-o um dos culturistas mais celebrados do meio; a façanha de actor melhor pago em Hollywood nos anos 80, um casamento duradouro dentro do clã Kennedy e um mandato como governador da Califórnia de 2003 a 2011 - que lhe valeu o nome de "The Governator" -, o estado americano mais populoso e com um PIB de fazer inveja a muitos países desenvolvidos. 
 
Em todas as suas três carreiras (culturista, actor e político) foi bem sucedido, se bem que em proporções distintas, sendo a última a prestação - a julgar pelos capítulos dedicados a esses anos - a que terá deixado mais a desejar.

A história de Schwarzenegger é digna de um argumento de cinema. Na adolescência, percebeu que queria ter uma vida diferente daquela que via à sua volta. Ir para a América era um sonho e a prática do culturismo permitiu-lhe mudar-se para os EUA quando tinha 21 anos. Num período de cinco anos, era o culturista mais premiado a nível mundial, e em 10 anos, tornou-se milionário pelos seus investimentos imobiliários; pelo caminho, começava a dar cartas como protagonista de filmes de acção.

Ao seu lado tinha Maria Shriver, com uma carreira jornalística também bem sucedida, com quem criou quatro filhos.

A filosofia de Arnold é exemplar na forma como incentiva à excelência, ao auto-aperfeiçoamento e ao trabalho. Para alguém que veio de uma família de classe média europeia com perspectivas modestas, a forma como se formatou e incentivou, fazendo as escolhas certas com reflexão e bom senso, desmistificam por completo a sua imagem de "só músculo e tamanho, cabeça de vento".

A disciplina de treino, a superação de obstáculos e adversários no mundo do culturismo são dos capítulos mais impressionantes. Afirma que isso foi a base para tudo o que conseguiu: ser disciplinado, não perder o objectivo de vista e treinar/praticar/repetir. É uma máxima que aplicou a tudo na vida.

Há várias passagens tão inspiradoras como simples: levantar cedo, praticar exercício frequentemente, tentar aproveitar o máximo as 24 horas diárias (aqui dá o exemplo quando treinava para competir enquanto estudava na universidade, tinha aulas de Inglês, trabalhava no negócio de construção que tinha com um amigo e ainda geria o seu serviço de encomendas ligadas ao fitness com livros e suplementos; depois começou a ter também aulas de representação...!) 

«You’ll have plenty of time to rest when you’re in the grave. Live a risky life and a spicy life and like Eleanor Roosevelt said, every day do something that scares you. We should all stay hungry.»

Os capítulos inicial e final são narrados pelo próprio Schwarzenegger, com o sotaque que lhe é característico. Como em quase tudo em que Arnold S. se envolve, é um sucesso, o testemunho de alguém que viveu/vive o "sonho americano". O capítulo em que fala sobre o divórcio e a infidelidade que o motivou é breve mas está lá. Nem podia ser de outra forma. Schwarzenegger assume-se como é: um tipo curioso que ama a família e os amigos, que adora fumar os seus charutos e alcançar o que se propõe fazer. 

É um livro grande, com tantos pormenores - e eu só falei de algumas coisas -, e uma grande autobiografia -; super recomendado. Hasta la vista, baby!


*****
(muito bom)

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...